24 janeiro 2006

181) A arte das resenhas...


...para uso de aprendizes, neófitos e outros amantes de livros

Não conheço as regras, se existem, que eventualmente se aplicariam à prática das resenhas literárias e confesso que nunca vi nenhum “manual do resenhista profissional” (creio que isso não existe, ainda que possa haver mercado para algum tipo de “How to do a perfect review” ou então “An Idiot’s Guide for Reviewing Books”). Em todo caso, não pretendo, no presente texto, ou em qualquer outro contexto, preencher essas lacunas ou responder a questões do tipo “tudo o que você sempre quis saber a respeito das resenhas de livros e nunca teve a quem perguntar”.

Meu propósito é mais modesto e totalmente auto-explicativo. Pretendo, apenas, delinear alguns princípios constitutivos do que poderia ser considerado uma resenha em moldes “normais”, uma vez que este gênero, em especial no Brasil, parece ter derivado para o equivalente das modernas guerras de religião, com trucidamentos impiedosos de um lado e excessos encomiásticos de outro. Sem pretender fazer um “Book review for beginners”, vejamos o que poderia ser dito de razoável neste campo da leitura crítica.

(para continuar a leitura, vá a meu Blog de Book reviews, neste link)

Paulo Roberto de Almeida
(um book-addicted e dependente livresco terminal...)

1 Comments:

Blogger Claudio Tellez said...

Excelente!
Li, imprimi e vou reler muitas e muitas vezes!

Um livro de que gosto muito e que costumo recomendar "sarcasticamente" a várias pessoas (hehehe), mas ao qual - confesso - retorno uma e outra vez, é o "How to Read a Book", de Mortimer Adler e Charles van Doren.

Um abração,
Claudio

terça-feira, janeiro 24, 2006 8:21:00 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home