10 março 2006

256) "Desculpa o punhal nas costas, mas você tem, democraticamente, o direito de protestar..."

Acho que é um pouco isso o que o nobre líder da situação na Câmara dos Deputados quis dizer em relação aos lamentáveis episódios ocorridos no dia 8 de março no Rio Grande do Sul, quando uma turba de democratas ululantes invadiu e destruiu plantações experimentais e experiências de laboratório de reflorestamento naquele estado.
Primeiro leiam a nota:

"Fontana critica ato que destruiu centro de pesquisa no Rio Grande do Sul

O líder do PT na Câmara, deputado Henrique Fontana (RS), criticou ontem (09/03) da tribuna da Câmara dos Deputados a “atitude inaceitável” na ação de membros da Via Campesina que levou à destruição, na última quarta-feira, do centro de pesquisas da empresa Aracruz Celulose, na cidade de Barra do Ribeiro, no Rio Grande do Sul. Ao mesmo tempo ressalvou que “temos de compreender que, do mesmo jeito que a ação de quarta-feira merece crítica contundente, o PT apóia soluções negociadas para os conflitos sociais existentes no País.”

Segundo Fontana, há no Brasil uma dívida social enorme que tem que ser enfrentada com autoridade, mas também com capacidade de negociação para se fazer reforma agrária, distribuir renda e dialogar para alcançar soluções pacíficas, propiciando às pessoas acesso à riqueza.

O líder rechaçou as acusações da oposição de que o governo Lula estaria sendo condescendente com ações como a da Via Campesina. “A oposição precisa ter mais prudência, porque é ruim quando, diante de fatos como o ocorrido no Rio Grande do Sul, há explorações políticas que incitam ainda mais o conflito”.

Fontana observou que, ao mesmo tempo que não se pode criminalizar os movimentos reivindicatórios que ocorrem, temos que ser absolutamente contrários a atos como o que levou à destruição do centro de pesquisas da Aracruz, precisamos compreender que a democracia deve buscar a solução dos conflitos.

O parlamentar afirmou ainda, “conflitos ocorrem às vezes à revelia do Presidente da República ou do Governador de Estado. Dessa forma, não façam proselitismo barato em cima de assunto que é seriíssimo e que não pode servir para uma acusação irresponsável”.

Para Henrique Fontana é preciso entender que as tensões no campo têm de ser enfrentadas “com políticas públicas, com serenidade, com negociação e com diálogo.

Assessoria de Imprensa"

*****

Agora eu pergunto (e acho que muitos brasileiros também):
1) Trata-se de uma “atitude inaceitável” ou simplesmente criminosa?
2) Ao ressalvar que “temos de compreender que, do mesmo jeito que a ação de quarta-feira merece crítica contundente, o PT apóia soluções negociadas para os conflitos sociais existentes no País”, isto signfica que o PT vai, portanto, apoiar um encontro entre os vândalos destruidores e suas vítimas, para negociar o conflito social mais amplo, que seria supostamente o fato de não disporem os vândalos de suas próprias terras para plantar e produzir?
3) Uma vez que "há no Brasil uma dívida social enorme que tem que ser enfrentada com autoridade", a plantação da Aracruz Celulose tem de pagar por isso?
4) Como "O líder rechaçou as acusações da oposição de que o governo Lula estaria sendo condescendente com ações como a da Via Campesina", estamos no direito de supor que o governo Lula vai processar criminalmente os responsáveis?
5) Se for verdade que “A oposição precisa ter mais prudência, porque é ruim quando, diante de fatos como o ocorrido no Rio Grande do Sul, há explorações políticas que incitam ainda mais o conflito”, então a oposição precisa prudentemente abster-se de explorações políticas e aguardar que o governo federal ofereça uma solução satisfatória para o episódio?
6) Se for verdade que "ao mesmo tempo que não se pode criminalizar os movimentos reivindicatórios que ocorrem, temos que ser absolutamente contrários a atos como o que levou à destruição do centro de pesquisas da Aracruz, precisamos compreender que a democracia deve buscar a solução dos conflitos", como fazer, então, para que a "democracia" busque, não a solução deste ou de outros conflitos, mas a reparação de perdas reais?
7) Alguém tem mais alguma pergunta a fazer?

1 Comments:

Anonymous Tambosi said...

Boa sacada, essa do punhal nas costas.

Essa turma está se tornando cada vez mais obscurantista.

sexta-feira, março 10, 2006 8:57:00 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home